Flash-trip Zurique 1/3

18 maio 2010



É coisa rara na Holanda, mas este ano fomos presenteados com três feriados em Maio! Quinta-feira passada foi um deles e um amigo e eu decidimos tirar um dia de férias e ir a qualquer lado de carro num raio de 700kms. Na noite anterior à viagem o destino ainda não estava escolhido, e apenas na manhã nos decidimos pelo país e cidade. Apesar de ter lá estado à 1 mês a visitar uma amiga, optou-se por Zurique e assim aproveitei para visitar novamente amigos que lá moram.

Como era para ser um fds low-cost, não queríamos gastar muito dinheiro. Havia já muita pouca disponibilidade nos hosteis e o site de couch-surfing estava com problemas nos foruns das cidades. Enviamos algumas mensagens privadas mas com muito poucas possibilidades de arranjar estadia fomos preparados para dormir no carro!

Normalmente tenho uma boa estrela de sorte e enquanto passávamos a Alemanha recebo uma mensagem a informar que temos tecto onde dormir durante 2 noites. Já tínhamos uma morada para colocar no GPS!

Mas antes de lá chegarmos tínhamos que passar a fronteira Alemanha-Suiça. A 200m do posto de posto de controle reparei que a polícia apenas parava alguns carros para verificação de documentos e por isso não estava muito preocupado. Mas nisto, no pára-arranca o meu amigo, que é Indiano, apercebe-se que não tinha o passaporte com ele. Com carro de matrícula holandesa, estava mesmo a adivinhar o que ia acontecer. Fomos parados para inspecção de carro e de documentos!

2 comentários:

  1. Miguel disse...
  2. O mais engraçado é isto ter sido escrito no dia 18 de maio, e eu estou a ler no dia 17 de maio... Espectaculo :P

  3. Patrícia Castro disse...
  4. Mas o que aconteceu? Se ele estava sem documentos, tiveram de desistir da viagem? Fiquei curiosa! Já te contei que estudei com um holandês de intercâmbio? Pois é, ele tinha uns 2metros de altura. Levou-nos muitas fotos do seu país e contou-nos sobre sua cultura. Foi muito interessante, pois naquela época tínhamos menos informações já que ainda era muito limitada a internet. Abraços, caro amigo lusitano-holandês!